Pages

04 abril 2011

[My Life] Epifania!?



Ando me sentindo tão deslocado do mundo, tão fora do lugar... E nem sei explicar direito. Somente sinto que não me encaixo na vida que tenho, no lugar que vivo! Não me vejo da mesma maneira que vejo as pessoas do meu convívio - real E virtual. Parece estranho, mas é verdade... A cada dia que passo me sinto mais e mais sozinho, em todos os sentidos que a palavra pode ter. E hoje um pouco dessa ficha caiu de vez.
Estava eu no Pronto Socorro, auxiliando meus pupilos nos afazeres enfermeirísticos e conversando com uma das funcionárias do local, que é ex-aluna, e, sabe aqueles momentos de filmes e desenhos onde tudo a sua volta acontece em câmera lenta e você vai tendo uma epifania? Pois é...
Daí que agora eu fui visitando os blogs amigos, lendo e só confirmei: eu nunca fui feliz do jeito que eu queria ser (diretamente do blog do Sem Cortes e Sem Edição)! Depois leio em outro sobre amizades, em outro sobre amores, em outro sobre #whatever, e a cada leitura o buraco, o vazio só faz aumentar! #BellaSwanFeelings
Eu não gosto de escrever nem de falar coisas desse tipo porque soa muito pedante, muito #mimimi. E isso é exatamente o que eu não quero... Mas, assim como Foxx diz se sentir sobre um namorado, eu me sinto sobre círculo social, amizades!

P.S.: as maneiras como Murphy age em minha vida: sábado e domingo eu saio de casa pra trabalhar as 15h30m; começo as 16h; daí que tanto ontem quanto hoje, exatamente as 15h20m resolveu cair o mundo em UdiaCity e parar na hora que eu saio de casa pra recomeçar EXATAMENTE no meio do caminho, fazendo com que eu chegue ao trabalho parecendo a Arca de Noé - sem os animais - tendo que trabalhar o resto do dia e da noite daquele jeito! detalhe importante: antes de começar a chuva, o dia estava com sol e céu azul... #querdizer

P.S.: esclarecendo: sou enfermeiro - trabalho como professor de estágio num Pronto Socorro - e operador de telemarketing - trabalho numa clínica como receptor de eletrocardiogramas via telefone e internet! #anyway

8 comentários:

Paulo Braccini disse...

definitivamente é hora de repensar o seu viver ... não perca tempo, a vida é muito curta e qdo nos apercebemos o tempo perdido não pode mais ser recuperado ...

ter grana é fundamental mas desde q outras questões tão fundamentais qto tb tenham o seu espaço ...

vá por mim ... a experiência vivida me ensinou isto ...

bjão querido

Rodrigo disse...

Boa semana.
beijo pra ti

Fred disse...

Acho que vc trabalha demais.
Precisa relaxar.
E gozar tb.
Vem cá que te ajudo... hehehe!
Conte comigo, man!!!!!
Hugzão!

Lobo disse...

Nunca é tarde pra gente dar uma guinada geral nas coisas. O primeiro é o mais difícil, mas uma vez que a gente começa...

Beijo Voy!

pinguim disse...

Amigo
vamos dosear essa actividade?
Lembra-te que o teu maior bem é a saúde.

Senhor da Vida disse...

Se sentir sozinho hoje é coisa mais básica que acontece.Muitas pessoas disfarçam esse sentimento, procuram se enfrentar indo em busca de algo diferente, mesmo sem saber o que, mas no fim, volta com esse vazio.
É complexo, pra mim e uma soma de fatores até mesmo de algo no passado que pode ainda afetar o presente, tipo uma ausência muito sentida.
Desejo que isso melhore, e a profissão da enfermagtem também não é fácil, lidar com a dor as vezes trás uns respingos na nossa vida, mesmo não misturando as antenas.
Beijos!

Jovem Urso disse...

Também ando me sentindo sozinho, mas meus motivos são outros. Não posso dizer que sou rodeado de amigos. Tenho muito poucos. Às vezes gostaria de ter novamente aquele excelente amigo que perdi, mas enfim, life is a shit, but I love it.

Segue em frente e não deixe o vazio te tomar por completo. ^^

Bjo e abraço, o/

CAIN SODOM disse...

1. Você sabe que a Bella só preencheu o vazio, quando teve o bilau do Edward no "buraco vazio" dela, ha!

2. Faça amizades então! Na vida só vai pra frente quem puxa o saco. E já que nóis gosta de saco... Não custa dar uma sugadinha...

3. Reviva esse ser fazendo algo novo, oras!

4. Solte lá franga, pq até o teu perfil é nárnia feelings. A vida é curta (ok, tentarei dizer isso em frente ao espelho)