Pages

27 novembro 2010

[My Life] I Need To Change...


Não acredito muito em horóscopo. Na verdade não acredito é nada. Mas sempre que leio algo me surpreende. Talvez pelas definições de meu signo - sagitário - com todos aqueles bla-bla-blas de ascendência e o escambal sempre baterem de alguma forma com minha pessoa: amigo, viajante, observador...

E dessas 'características' a que mais me rotula e me expressa seja a de viajante. Não num sentido restrito de mochileiro, mas no sentido de querer estar sempre mudando, de não querer uma rotina. E esse definitivamente sou eu. Quando sinto que minha vida virou um relógio e que minhas ações estão seguindo um padrão qualquer, quando percebo isso, começo a ficar inquieto, a entrar em crise!

E por isso acho que estou em crise a tanto tempo. Há praticamente dois anos minha vida está seguindo um padrão absolutamente... padrão! Com raras exceções de fuga de rotina. E põe raras nisso! 

O que eu estou tentando dizer é que nos últimos dias essa inquietude vem mechendo comigo de um jeito mais forte. Não consigo mais me concentrar em tarefas simples, como ler um capítulo de um livro ou assistir um bloco completo de um telejornal. Esse post mesmo eu parei umas três vezes pra fazer outras coisas - tweetar, ver site de notícias, olhar e-mail. 

Mas aí eu penso: beleza, vamos fazer algo pra mudar isso. E lá vem mais uma 'característica' marcante: insegurança! Eu não consigo simplesmente jogar tudo por alto, chutar o pau da barraca, ligar o 'PHODA-SE'. Não se não poder contar com alguma coisa que me dê segurança. Quantas vezes eu deixei de tentar seguir algo que eu realmente queria por medo de largar tudo e dar com a cabeça na parede?  Medo de dar errado, de fracassar, e depois não ter como voltar atrás.

De fato, eu não aguento mais essa minha vidinha rotineira de sempre. Arrependo de não ter terminado algumas coisas que comecei e de ter terminado outras. Pra algumas, faltou paciência de poder escolher melhor - ou não escolher, tanto faz - e pra outras faltou coragem de escolher melhor! Mas eu não sei como fazer pra que eu saia desse eterno looping que me encontro. 

I need to change... but don't know how!


2 comentários:

pinguim disse...

Este teu texto pode bem ser um começo...

Lobo disse...

Mas pelo que eu li, a questão da inquietude parece mais pela sobrecarga e multitarefa do que outras coisas... porque você não tenta calibrar e enfocar o que você faz para fazer com qualidade, invés de fazer tudo de uma vez? Ajuda...

Um beijo Voy!